Vídeos

Polícia quer descobrir o que motivou médica e matar filho e nora

A- A+

A polícia já considera o crime solucionado. Em um apartamento da zona oeste de São Paulo, uma médica de 56 anos matou a nora, o próprio filho e, em seguida, cometeu suicídio. Agora, a polícia investiga a motivação dos assassinatos. Segundo testemunhas, a médica não aprovava o relacionamento do filho. Ela também apresentava sinais de depressão e tomava remédios controlados.

Todos os vídeos

A Rede Record informa que não oferece vagas de emprego, prêmios ou participação nos programas por e-mail