Notícias


Publicado em 24/10/2011 às 19h19 :: atualizado em 24/10/2011 às 19h32
Guadalajara 2011

Velejadores voltam de Guadalajara com recorde de medalhas de ouro em Pan

Além dos cinco ouros, foram uma prata e um bronze; agora é lutar pelas vagas olímpicas

Do R7
Velejadores, PanWashington Alves/Inovafoto/COB

Velejadores brasileiros fizeram festa em Puerto Vallarta, cidade onde as regatas foram disputadas

Publicidade

Com cinco ouros (nas classes J24, RS:X masculino/feminino, Snipe e Sunfish), uma prata (Hobie Cat 16) e um bronze (Lightning), a vela brasileira bateu o recorde de medalhas em Jogos Pan-Americanos nas regatas de Puerto Vallarta e já aposta em atletas das novas gerações – como Matheus Dellagnelo, da Sunfish, e Patrícia Freitas, da RS:X) - para pódio nas duas próximas Olimpíadas, em Londres 2012 e no Rio de Janeiro 2016. 

 

Campeão em uma classe que não é olímpica, Dellagnelo quer passar à Laser – onde Robert Scheidt se consagrou -, pensando em 2016.

 

- Sonho em disputar uma Olimpíada, mas preciso me ajustar melhor à Laser. É preciso ganhar mais massa muscular e treinar muito para disputar de igual para igual com o Bruno Fontes, um dos melhores do mundo.

 


Patrícia Freitas, mesmo sem confirmar a vaga para Londres 2012, pretende disputar a regata da medalha da raia de Weymouth, no ano que vem, na sua segunda Olimpíada. A brasileira também precisa aumentar a massa muscular para se adequar à prancha à vela.

 

- O trabalho será destinado ao evento da Inglaterra. No evento-teste da Olimpíada me aproximei das melhores. Preciso repetir o desempenho e ajustar alguns pontos para conquistar uma posição melhor.

 

Das classes disputadas no Pan de Guadalajara, apenas a RS:X e a Laser são olímpicas. Mas o Brasil tem muita tradição na vela – Torben Grael, com cinco medalhas, é o maior vencedor da história da vela nas Olimpíadas, nas quais o país já somou 16 no total.

 

Ricardo Baggio, superintendente da CBVM (Confederação Brasileira de Vela e Motor), diz que o próximo objetivo agora é conseguir vagas para o Brasil em todas as classes, para a Olimpíada de 2012 (cerca de 70% estarão em jogo no Mundial da Isaf – a Federação Internacional de Vela, em Perth, Austrália, de 3 a 18 de dezembro).

 

 

A Rede Record transmite os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara com exclusividade para a televisão aberta, ao lado da Record News. O R7 tem transmissões ao vivo das competições e uma cobertura completa dos eventos.

A emissora também mostrará a Olimpíada de Londres-2012 com exclusividade na TV aberta brasileira, e também pela internet. A Record detém ainda os direitos de transmissão dos Jogos Pan-Americanos de Toronto-2015 e da Olimpíada do Rio de Janeiro-2016.

x

Envie por E-mail

Enviar
x

Comunicar erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Enviar
Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale com o R7