Notícias

Triatlo decepciona e fica longe do pódio nos Jogos de Londres

Esperança de medalha, Colucci assume que foi mal na natação; acidente de Pamella atrapalhou desempenho no feminino

  • -A
  • +A

Do R7

O triatlo do Brasil decepcionou nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Tanto no masculino quanto no feminino, o desempenho ficou bastante abaixo das expectativas. Competindo no segundo pelotão, os brasileiros Diogo Sclebin, Reinaldo Colucci não atenderam as espectativas. Pamella Oliveira, esperança no feminino, poderia ter ido melhor, se não tivesse se acidentado.

Pamella até começou bem, ficou na quarta colocação na etapa de natação e chegou a liderar no ciclismo, mas uma queda acabou com as chances de medalha para o Brasil. Mesmo com dores, Pamella prosseguiu na competição, mas não teve condições de buscar a recuperação na briga pelo pódio, terminou em 30º lugar.

Com Reinaldo Colucci, a complicação veio na prova de natação. O próprio atleta reconheceu que nesta modalidade precisa melhorar. Não foi bem logo na primeira etapa e acabou prejudicado nas demais, terminando em 36º lugar.

Resultado ainda pior teve Diogo Sclebin, que terminou em 44º. O brasileiro chegou a figurar entre os 30 melhores na prova de ciclismo, mas na transição se deu mal e perdeu a chance de se aproximar.

O desempenho negativo serviu ao menos de experiência para os triatletas brasileiros. Pamella Oliveira, estreante em Olimpíadas, é uma das prováveis integrantes da equipe que vai competir nos Jogos do Rio 2016.

Se não fosse pelo acidente, Pamella poderia ter terminado a prova em uma posição mais próxima dos líderes, como em 2011, quando ficou em terceiro lugar e levou o bronze no Pan de Guadalajara.

Reinaldo Colucci, que era a grande esperança de medalha do País, também aposta em melhor desempenho no Rio. O atleta diz que já começou sua própria contagem regressiva para os Jogos e promete melhorar na prova de natação, que o deixou longe do pódio em Londres 2012.

Diogo Sclebin, no entanto, vai ter que se esforçar mais em todas as modalidades e, como ganhou a vaga em Londres graças a sua posição no ranking, terá que provar que é capaz de fazer melhor no Rio se quiser integrar a equipe olímpica do Brasil outra vez.

Quadro de Medalhas

Últimas Notícias

Agora na Record

Facebook