Notícias

Muita gente não tem noção do que é um bronze olímpico, diz Thiago Pereira

Medalhista de prata defende Cielo das críticas após 3º lugar nos 50 m

  • -A
  • +A

Thiago Pereira faturou a prata em Londres — Foto: Fabrice Coffrini/AFP

Do R7*

Após conquistar a inédita medalha de prata olímpica em sua carreira, o nadador Thiago Pereira saiu em defesa do colega Cesar Cielo, que faturou o bronze nos 50 m livre nos Jogos Olímpicos de Londres e não conseguiu repetir o ouro obtido nas Olimpíadas de Pequim, em 2008.

Em entrevista exclusiva ao R7, Thiago disse que as críticas ao atual campeão mundial da prova foram exageradas e são um sinal de que muitas pessoas não conhecem a importância de uma medalha olímpica.

— Muita gente não tem noção do que é isso [medalha olímpica]. Acho que o pessoal tem que começar a olhar por um outro lado. Em qualquer profissão que você faça, tem que se imaginar como o terceiro melhor do mundo. E o Cesão no caso não é o terceiro, ele já foi várias vezes campeão mundial, é recordista mundial dos 50 e 100 m. Então você estar entre os cinco melhores do mundo já é uma coisa muito animal.

O Brasil fechou mais uma Olimpíada com duas medalhas conquistadas na natação — a prata de Thiago nos 400 m medley e o bronze de Cielo nos 50 m livre. O resultado, para Thiago, não foi ruim. O medalhista de prata usou países tradicionais nas piscinas e que não conquistaram bons resultados em Londres para enaltecer a campanha brasileira.

— O pessoal acaba criticando muito, acha que devia ter trazido mais [medalhas]. Se você for pensar em outros países, a Itália, que tem grande nome na natação, várias medalhas de ouro, não trouxe nenhuma. É lógico que a gente sempre quer mais, mais semifinais, mais finais, mais medalhas, mas a gente fez o melhor que todo mundo podia ter feito naquele momento, mas agora é voltar e se preparar melhor para a Olimpíada do Rio.

Para os Jogos do Rio, em 2016, Thiago Pereira pediu mais investimento nas categorias de base da natação para a formação de novos campeões.

A pressão da torcida brasileira por resultados nos Jogos, considerada grande por muitos atletas que deixaram os Jogos, não foi o principal fator que moveu Thiago na conquista da medalha de prata, como ele mesmo conta.

— [A pressão] Faz parte, chega um momento em que as pessoas começam a cobrar um pouco mais de você. Mas eu me cobrava muito mais por essa medalha do que qualquer um. O sonho de estar ali e conquistar uma medalha olímpica era maior do que qualquer cobrança.

Sobre a polêmica com a equipe feminina, gerada após Thiago declarar na chegada ao Brasil que faltou comprometimento às meninas da natação, o medalhista de prata disse que suas palavras foram contorcidas.

— Todo mundo contorce as coisas. Eu quis dizer que nos Estados Unidos existe um comprometimento maior. Às vezes elas ficam sem se raspar para uma competição e não querem nem saber o que as pessoas vão pensar. O comprometimento com a competição é muito maior do que qualquer coisa. Então eu acho que falta um pouquinho de as meninas quererem mais, pode ver que só temos medalha no masculino. O que eu quis dizer é que falta um pouquinho desse comprometimento.

* Allan Simon, estagiário do R7

Quadro de Medalhas

Últimas Notícias

Agora na Record

Programação completa

Facebook