Notícias

Com velhas caras, hipismo brasileiro passa em branco pela segunda Olimpíada consecutiva

Equipe do País terminou a final geral na última posição

  • -A
  • +A

Sem medalha, a única alegria de Rodrigo Pessoa em Londres foi ter sido o porta-bandeira da delegação brasileira. ( Foto: Reuters)

Veja a galeria completa

O hipismo brasileiro teve um desempenho aquém do esperado em Londres 2012. Pela segunda Olimpíada, os atletas do País não ganharam nenhuma medalha.

A aposta em velhos nomes, como Rodrigo Pessoa e Alvaro Afonso de Miranda Neto, o Doda, não funcionou novamente. Os dois chegaram a ir para a final da prova individual, mas passaram longe da disputa por medalhas.

Na final por equipes, uma situação inusitada acabou levando o time brasileiro para a última posição na classificação geral. O cavalo Maestro St.Louis, de Reynoso Fernandez, perdeu a ferradura instantes antes da apresentação e prejudicou o desempenho do brasileiro, que cometeu 46 faltas e conduziu a equipe para a última colocação.

Veja a cobertura do R7 nos Jogos de Londres

No quadro de medalhas da modalidade, a anfitriã Grã-Bretanha foi a maior vencedora, com três medalhas de ouro, uma de pra e uma de bronze.

Veja a apresentação de Reynoso Fernandez:

Quadro de Medalhas

Últimas Notícias

Agora na Record

Facebook