Notícias

“Míssil” australiano começa ano com tempo incrível e provoca Cielo e rivais

James Magnussen diz que enviou “alerta” para concorrentes em Londres

  • -A
  • +A

Do R7

Antes, a natação da Austrália assustava com o “Torpedo” Ian Thorpe. Agora, o drama para os velocistas do mundo é o “Míssil” James Magnussen, campeão mundial dos 100 m livre em Xangai, no ano passado. O atleta começou o ano olímpico com um resultado de assustar os adversários e não deixou de provocá-los.

Astro do ciclismo é suspenso por doping e fica fora de Londres 2012

No campeonato estadual de South Australia, ele venceu os 100 m livre com 48s05, um tempo incomum para início de temporada e que está 0s66 à frente do segundo colocado do ano, o compatriota Matt Targett.

Após a vitória, Magnussen mostrou que quer mesmo amedrontar os rivais, incluindo o brasileiro Cesar Cielo, com tempos fortes no início do ano olímpico.

- Acho que isso é uma mensagem a eles. Fazer esses tempos neste momento certamente fez soar alguns alarmes por aí.

James Magnussen é perigo para Cielo em Londres - Foto: Quinn Rooney/Getty Images

Magnussen surpreendeu o mundo ao ganhar dois ouros no Mundial de Xangai, no revezamento 4x100 m livre e nos 100 m livre. Ele também cravou o melhor tempo da história da prova sem os trajes tecnológicos: 47s49. Atrás dele, estão os tempos de Cielo e do holandês Pieter van den Hoogenband: 47s84.

- O meu sonho olímpico começa com o revezamento livre, passa pelo ouro nos 100 m e tem como cereja do bolo o ouro no 4x100 m medley.

Enquanto Magnussen assustava com seus tempos, Cielo estava treinando com o P.R.O. 16 na altitude de Las Lomas, no México.

A Rede Record mostrará a Olimpíada de Londres 2012 com exclusividade na TV aberta brasileira, e também pela internet, por meio do R7. A Record detém ainda os direitos de transmissão dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015 e da Olimpíada do Rio de Janeiro 2016.

Quadro de Medalhas

Últimas Notícias

Agora na Record

Facebook