Esportes

  • -A
  • +A
CICLISMO

Ciclismo de pista

Disputado em um velódromo de 250m de circunferência, o ciclismo pista distribui dez medalhas de ouro. São cinco provas masculinas e cinco femininas. As curvas da pista devem ter a inclinação de 41 graus, e os ciclistas são obrigados a pedalar de capacete. As bicicletas pesam até 7 kg e chegam a quase 70 km/h.

Provas

Velocidade: todos os ciclistas fazem uma tomada de tempo na distância de 200 m. Os oito melhores disputam as quartas de final, em duelos de dois ciclistas. Nesses duelos, o percurso tem 1 km, mas apenas os últimos 200 m valem; os primeiros 800 m são para estudo e estratégia dos atletas. As disputas são em melhor de três, e os vencedores disputam a semifinal e, posteriormente, a final.

Velocidade por equipes: no masculino, três atletas, e no feminino, dois, começam a disputa. As equipes largam de posições opostas na pista, e, após uma volta, um atleta sai da equipe. Ao término da segunda volta, outro atleta sai, e a terceira (disputada só no masculino) é feita apenas por um ciclista. Ganha quem terminar as voltas em menor tempo. Na primeira fase, cada equipe faz a tomada de tempo para definir os confrontos das quartas de final.

Perseguição por equipes: no masculino, quatro atletas, e no feminino, três, começam a disputa. As equipes largam de posições opostas na pista, e ganha quem conseguir alcançar a outra equipe ou quem fizer o melhor tempo após 3 km de prova. O tempo válido é o do último dos atletas que completar o percurso.

Keirin: a prova mais curiosa do ciclismo pista. Nas primeiras voltas, uma bicicleta motorizada vai à frente do pelotão, aumentando o ritmo aos poucos, enquanto os ciclistas vão se alternando atrás da moto. Faltando 700 m para o final, a moto sai do velódromo, e os atletas pedalam pela medalha.

Omnium: consiste na soma de resultados em seis provas – 1) 200 m; 2) prova por pontos; 3) por eliminação, 4) perseguição, 5) scratche 6) 500m contra o relógio. Em cada evento, o atleta que ficar em primeiro ganha um ponto, o segundo, dois, e assim por diante. Ao fim de dois dias de provas, ganha quem tiver menos pontos.

Créditos: Adalberto Leister Filho, Karina Rodrigues e Guilherme Costa, do Núcleo Olímpico da TV Record