Notícias

Milagres de Jesus: A Pesca Maravilhosa é o primeiro episódio da série que estreia na próxima quarta (22)

Coletiva de imprensa reuniu elenco, autores e diretores da nova série da Rede Record

A- A+

Coletiva de imprensa  transmitida ao vivo pelo Portal R7

Estreia na próxima quarta-feira (22) a nova minissérie da Rede Record, Milagres de Jesus. O seriado terá 18 capítulos escritos por cinco autores diferentes e mais de 160 atores no elenco. Paraná e Piauí foram cenários das captações que aconteceram nos últimos seis meses. O conceito principal é mostrar histórias que não estão na Bíblia, mas que mostram o momento que pessoas comuns recebem o milagre de Jesus.

Durante coletiva de imprensa, que aconteceu no Rio de Janeiro, Anderson Souza (diretor de teledramaturgia da Record) explicou que os capítulos não têm sequência. Cada um tem começo, meio e fim, com elenco e protagonistas diferentes. O investimento foi de R$ 900 mil por episódio.

João Camargo, diretor da série, falou sobre os desafios da nova produção.

- Jesus tem outro peso nessa série. As pessoas viviam em uma época muito difícil, muito distante da gente. Imaginem a Galileia dois mil anos atrás? É muito emocionante poder acreditar em tudo o que foi filmado. As gravações no Paraná foram diferenciadas porque mostram o trigo e era essa a sobrevivência na época. No Piauí, vamos mostrar lugares que são desconhecidos da população. Tem cavernas e um diferencial visual.

Coletiva divulgou cenas do primeiro capítulo

Celso Teixeira, diretor nacional de comunicação da Record, comentou que a emissora vai continuar investindo nesse tipo de produto que fala com a fé das pessoas. As minisséries bíblicas tiveram a aceitação do público por ser algo diferente e de qualidade.

Para contribuir com o trabalho, a Record contratou uma produtora independente para desenvolver parte do projeto. É o que Paulo Roberto Schimidt, da Academia de Filmes, explica.

- A gente pode trazer outros ingredientes para colaborar com essa qualidade. Novos talentos, novos profissionais que trabalham com publicidade televisão e web.  É um momento muito especial, é um desafio adaptar a Bíblia. A gente aprendeu muito a se relacionar com a emissora e como funciona a lógica de produção deles. Quase oito meses depois, estamos preparados para enfrentar os telespectadores.

Viviane de Oliveira, uma das autoras da série, já tem experiência nesse seguimento por causa de sua participação na produção de Rei Davi e revela que durante o processo de pesquisa ficou comovida.

- Essa proposta inicial, de contar o ponto de vista da pessoa que recebeu o milagre, é o que mais me encantou. Também escrevi o primeiro episódio e fiquei muito tocada. É outro tempo e foi muito complicado investigar o pensamento daquela época, mas os conflitos humanos são os mesmos e por isso o público se identifica. Chorei muito escrevendo. Muitos judeus esperavam o Messias. Tinham a esperança que Ele que ajudaria o povo. Foi mais importante mostrar o que Ele fez do que mostrar Jesus.

Não perca o primeiro capítulo da minissérie Milagres de Jesus, dia 22, às 21h45 na Rede Record.

A Rede Record informa que não oferece vagas de emprego, prêmios ou participação nos programas por e-mail